FRB SP realiza curso preparatório para eleições 2018

 

São Paulo (SP) – A subseção da Fundação Republicana Brasileira (FRB) em São Paulo realizou, nos dias 22 e 23 de maio, um curso preparatório para as eleições de 2018. Em um espaço de convenções localizado no bairro de Pinheiros, na capital paulista, cerca de 100 pré-candidatos reuniram-se para acompanhar a ministração de palestras sobre legislação política e eleitoral, normas para a prestação de contas de campanha e estratégias de comunicação e marketing.

Na abertura do evento, o presidente estadual do PRB em São Paulo, Sergio Fontellas, declarou que os alunos poderiam esperar pelo melhor conteúdo. “Vejo em todos aqui nobreza e o desejo positivo de receber orientações. E isso é fundamental: precisamos estar preparados para os embates políticos”. Já o coordenador da FRB em São Paulo, Aildo Rodrigues, frisou que a iniciativa visa não apenas o aprendizado como também a troca de experiências entre os presentes.

Diego Polachini foi o primeiro a palestrar. “Há grande diferença em apenas comunicar e fazer uma comunicação de maneira correta, eficiente”, apontou. O jornalista destacou a importância do uso das diferentes ferramentas disponíveis na internet, de focar no propósito específico de cada um dos canais de mídia e do cuidado que é preciso ter para não propagar fake news.

Carla Rodrigues e Gustavo Simões ministraram duas palestras. Na primeira, junto ao contador do PRB em SP, Augusto Filho, os advogados falaram sobre as normas e regras da prestação de contas durante a campanha e tiraram dúvidas sobre um tema que tem despertado o interesse dos pré-candidatos, a chamada “vaquinha eletrônica” (financiamento coletivo virtual). Já no segundo curso, os advogados deram orientações jurídicas sobre as permissões e proibições na legislação eleitoral.

Para encerrar, o cientista político e coordenador acadêmico da FRB Leonardo Barreto conduziu sua aula abordando temas diversos. Desde a importância de identificar o perfil de seu possível eleitorado até técnicas de comunicação para maior interação, as dúvidas foram esclarecidas em linguagem acessível. “A campanha não foi feita apenas para ser vencida, mas, também, para que os candidatos criem sua identidade política e saiam dela melhor do que entraram”, disse. Para o especialista, muitos políticos erram ao focarem sua campanha na divulgação do próprio nome. “Mais importante do que isso, os eleitores querem saber qual o problema que você vai resolver. Eles vão querer saber o porquê de você estar se candidatando. Qual o seu senso de propósito? ”, provocou.

Para a coordenadora estadual do PRB Mulher São Paulo, Ana Karin Andrade, a iniciativa do curso foi de suma importância. “Parabenizo a Fundação Republicana Brasileira por dar essa condição aos republicanos do nosso estado. Aqui pudemos ter uma visão global sobre os temas que envolvem uma campanha eleitoral eficiente e ética”, declarou. Para a republicana, o ponto alto do evento foi a explanação sobre a obrigatoriedade de reverter parte do fundo partidário para candidatas femininas. “Assim, teremos mais condições de concorrer em pé de igualdade”.

Para o ex-vereador Hélio Godoy, o encontro foi positivo e proveitoso. “Ciente da nova legislação eleitoral saio preparado e comprometido com as questões mais importantes do tema”.

Também estiveram presentes a ex-deputada federal Edna Macedo, a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social e presidente do Fundo Social de Solidariedade em Avaré, Erica Alves, e o secretário de Estado do Desenvolvimento Social em São Paulo, Rogério Hamann.

Texto: Fábia Zuanetti – Ascom PRB/SP
Fotos: Lucas Campos/Guilherme Hirata
Edição: Ellen Fernandes – Ascom FRB