Propagandas sexistas e misóginas podem ser proibidas na Paraíba

João Pessoa (PB) – A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou, na terça-feira (7), projeto de lei do deputado estadual Nabor Wanderley (PRB-PB) que penaliza a veiculação publicitária com conteúdo misógino sexista ou que estimule a violência contra a mulher em todos os meios de comunicação do estado.

Ao explicar a proposta, o parlamentar argumenta que a proibição de veiculação de propagandas com teor misógino envolve a sociedade na discussão do combate à agressão e violência sexual contra a mulher.

“Pretende-se com esse projeto de lei onerar as empresas que veiculem campanhas publicitárias que incitem violência de gênero, bem como incentivar a participação e a sensibilização da cidadania, para formação de uma sociedade que combata a violência de gênero em todas as suas nuances”, defendeu Nabor Wanderley no projeto.

Texto: Agência PRB Nacional
Foto: Nyll Pereira