Categorias do Site

Benefício para as pessoas que têm gagueira

Deputada Rosangela Gomes apresenta projeto que cria a “Lei do Gago” no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO (RJ) A deputada estadual Rosangela Gomes (PRB) desenvolveu um projeto denominado “Lei do Gago”, que cria a concessão de descontos na tarifa de telefone dos cidadãos portadores de distúrbios na fluência e na temporalização da fala. O projeto se estende tanto para o serviço de telefonia fixa, quanto para o de celular. De acordo com a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), o texto deve entrar em pauta para votação em breve.

Recentemente, Rosangela Gomes se reuniu com representantes da Associação Brasileira da Gagueira (ABRA Gagueira) para conhecer a necessidade do grupo e para desenvolver o projeto “Lei do Gago”. A fundadora da instituição, Daniela Zackiewicz, comentou a ausência de políticas públicas neste sentido. “A gagueira tem uma base hereditária, neurológica e o componente emocional piora muito mais a situação. É bom saber que existe uma parlamentar interessada em uma parceria para mudar a visão da sociedade sobre um caso tão importante.”

Para a deputada do PRB, o encontro revelou o real sentido da deficiência e refletiu a situação das pessoas gagas no dia a dia. “Elas sofrem ‘bullying’ ao serem discriminadas por conta da dificuldade na fala, principalmente quando são expostas ao público”, disse Rosangela Gomes.

Após a reunião, o grupo decidiu lançar uma enquete online (www.abragagueira.org.br) para saber se as pessoas concordariam ou não com a criação do projeto de lei. No encontro também estavam presentes a professora Leila Nagib, mestre na área de fonoaudiologia da Faculdade de Medicina UFRJ; e três representantes da ABRA Gagueira no Rio de Janeiro: Renato Teixeira (Niterói), Roberto Alexandre (Rio de Janeiro) e Luiz Fernando (Teresópolis).

ABRA Gagueira é uma organização não governamental que não possui fins lucrativos. Desde 2001, a instituição tenta defender, elevar e garantir uma melhor qualidade de vida para as pessoas que gaguejam.

Fonte: Portal do PRB