Republicanos lança página com orientações para candidatos

Brasília (DF) –  O Republicanos lança nesta segunda-feira (28), o Espaço do Candidato Republicano. As candidatas e candidatos passarão a contar com uma seção exclusiva no portal nacional do partido para tirar dúvidas e buscar informações sobre o que pode e não pode nas Eleições. A página reúne orientações jurídicas, estratégias de marketing político digital, dicas para a campanha e as principais datas do calendário eleitoral.

De acordo com a coordenadora da Agência Republicana de Comunicação (ARCO), a jornalista Helen Assumpção, “apoiar os candidatos tem sido uma marca do Republicanos e, na eleições, buscamos intensificar os esforços para que todos tenham uma campanha promissora. O partido preparou um material de apoio para ajudar os nossos candidatos a vencerem as dificuldades trazidas pelo novo coronavírus e pela necessidade de ampliar o espaço do digital na campanha”, frisou.

Logo na primeira seção da página, é possível fazer download de modelos de material para a campanha, como santinhos, colinhas, flyers e artes para as redes sociais. Tudo em arquivo editável e prontos para serem utilizados no dia a dia da campanha.

Os candidatos também poderão baixar o E-book do Candidato Republicano. A publicação conta com 10 dicas para a campanha eleitoral. Além da parte de marketing político digital, o material conta com orientações sobre o uso do WhatsApp, planejamento da estratégia de campanha, uso das redes sociais e tópicos sobre a Legislação Eleitoral e apoio jurídico do partido.

A página com orientações para candidatos, além de um acervo de informações sobre estratégias para a campanha, é um canal direto com a Secretaria e Tesouraria do Republicanos. Pela página é possível enviar sugestões, tirar dúvidas e solicitar informações a esses setores.

Por Agência Republicana de Comunicação (ARCO)
Fotomontagem: Arquivo Republicanos

Seminário do Idosos Republicanos debaterá envelhecimento produtivo

Brasília (DF) – O Idosos Republicanos realizará, no próximo dia 1º de outubro, o seminário on-line “O Processo de Envelhecer Sem o Estigma da Inutilidade – Idosos Conscientes, Participativos e Produtivos”, em alusão ao Dia Internacional do Idoso e aos 17 anos do Estatuto do Idoso.

O seminário terá por objetivo fomentar e mobilizar o poder público na construção de políticas públicas que promovam o envelhecimento ativo, incentivando práticas mais integradoras e inclusivas. Também terá como missão conscientizar a sociedade sobre seu relevante papel na desmistificação do conceito, que se estabeleceu ao longo dos anos, reduzindo o envelhecimento a incapacidade ou a um fardo a se carregar.

Para o secretário nacional do Idosos Republicanos, deputado federal Ossesio Silva, o seminário é mais uma oportunidade de aprimorar as políticas públicas em prol da população idosa, além de possibilitar ajuste na formulação e condução destas políticas. “O Idosos Republicanos está se consolidando como um movimento inovador e diferenciado na política brasileira, uma vez que é o primeiro movimento setorial criado exclusivamente para fomentar políticas públicas para os idosos”, comentou.

 

Programação

A abertura do seminário contará com a participação do presidente nacional do Republicanos e vice-presidente da Câmara, deputado federal Marcos Pereira; do secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos, Antônio Costa; do secretário nacional do Idosos Republicanos, deputado federal Ossesio Silva; e do presidente da Fundação Republicação Brasileira (FRB), Renato Junqueira.

 

Estão previstas palestras sobre:

– “Os benefícios do envelhecimento ativo na saúde do idoso”, com a médica geriatra, professora da Universidade Católica de Brasília e mestre em Gerontologia, Aline Laginestra;

– “Eficácia das medidas protetivas previstas no Estatuto do Idoso”, com a delegada diretora da Divisão de Proteção ao Idoso e Combate aos Crimes da PCRS, Cristiane Ramos;

– “Ageismo – Preconceito que impede a efetivação dos direitos dos idosos”, com a juíza coordenadora da Central Judicial do Idoso, do CEJUSC/Taguatinga e do CEJUSC/Águas Claras, especialista em Direito Processual Civil e mestranda em Gerontologia, Monize Marques; e

– “Ações que promovem o protagonismo dos idosos”, com o secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos, Antônio Costa.

 

Evento

O seminário será on-line e transmitido pela página oficial da Fundação Republicana Brasileira (FRB) no Youtube. O evento terá início às 19h30 com término às 22h. Os interessados devem fazer as inscrições AQUI e as vagas são limitadas. Apenas os inscritos receberão certificado, que serão enviados por e-mail informado no ato da inscrição.

 

Por Eulla Carvalho / Ascom – Idosos Republicanos Nacional

Em live, personalidades destacam o protagonismo feminino no Republicanos

Brasília (DF) – Dando continuidade às comemorações dos 15 anos do Republicanos, a completar dia 25 de agosto, a Agência Republicana de Comunicação (ARCO) promoveu, nesta quinta-feira (13), mais uma live da série em que as principais lideranças compartilham fatos que marcaram até aqui a história bem-sucedida do partido, que é a oitava maior força política do país.

Para falar sobre o protagonismo feminino e a abertura que as mulheres têm dentro do Republicanos, a ARCO reuniu a secretária nacional do Mulheres Republicanas, deputada federal Rosangela Gomes (RJ), a presidente do Republicanos Amapá, deputada federal Aline Gurgel, a secretária estadual do Mulheres Republicanas São Paulo, deputada federal Maria Rosas, a secretária nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto, e a chefe de gabinete da Liderança do Republicanos na Câmara, Tiana Silva.

O encontro virtual na página do Republicanos no Facebook foi mediado pela coordenadora da ARCO, jornalista Helen Assumpção, e contou com a ampla participação de internautas de todo o país.

A representatividade das mulheres na política foi o primeiro assunto tratado pelas participantes. Dados estatísticos da Justiça Eleitoral de 2018 mostram que 52,50% do eleitorado brasileiro é formado por mulheres, mas muitas delas ainda têm dificuldades de ocupar cargos de poder, serem eleitas ou terem voz ativa nas tomadas de decisões políticas.

Foi o que ressaltou Rosangela Gomes. “As mulheres ainda não estão no parlamento como gostaríamos, mas tivemos significativos avanços com os 30% dos recursos, mais debates das mulheres, mas ainda é pouco. As mulheres avançaram um pouco mais em setores como o Judiciário, pois aí tem a igualdade, tem que estudar, e as mulheres se destacam, mas no Legislativo e Executivo ainda estamos aquém do que deveríamos”, alertou Rosangela Gomes, que enfrentou dificuldades para começar sua carreira política como vereadora em sua cidade natal, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro.

A deputada Aline Gurgel, que tem atuado em seu estado na preparação para que mais mulheres ingressem na política, também destacou os avanços e conquistas. “Nossa parte como liderança cabe incentivar cada vez mais a participação das mulheres na política. A cota de 30% foi um avanço. O Republicanos cumpre a lei rigorosamente e isso fez com que eu chegasse ao Congresso Nacional. Sabemos que precisamos avançar muito mais e fortalecer o diálogo com as mulheres, é cada vez mais fundamental dentro das agremiações partidárias”, disse Aline.

A deputada Maria Rosas reforçou a importância da participação das mulheres nos espaços de poder. Ela lamentou a existência da exclusão histórica que tem afastado as mulheres da política. “Vivemos numa sociedade muito machista, mas temos diversos fatores que impedem o ingresso das mulheres na política. Muitas delas não entram por desacreditarem que podem conciliar seu dia a dia com a política. São tanto fatores, mas o primeiro é o cultural. Já vem uma tradição. Mas eu digo e repito que é possível conciliar. É importante ir à luta, ter a representatividade feminina, pois o olhar da mulher faz toda a diferença. Ela fortalece a democracia”, pontuou Maria Rosas.

Para Tiana, cuja experiência legislativa na Câmara dos Deputados somam mais de três décadas, a atuação na política é algo apaixonante e muito gratificante. “A política é uma coisa que apaixona. Cresci nisso e toda minha vida foi na Câmara dos Deputados. Sempre trabalhei na área política. Não é um papel que tenho mandato, mas tenho um protagonismo muito grande juntos aos nossos deputados. Me achei no ambiente da Câmara e sou muito feliz”, confidenciou Tiana.

Combate à violência política

A secretária nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto, defendeu ações para combater a violência política. Entende-se por violência política a agressão física, psicológica, econômica, simbólica ou sexual contra a mulher, com a finalidade de impedir ou restringir o acesso e exercício de funções públicas e/ou induzi-la a tomar decisões contrárias à sua vontade. Inclui-se nesta concepção as eleitas, as candidatas aos cargos eletivos, as ocupantes de cargos públicos, as dirigentes de conselhos de classe, de empresas estatais e das entidades de representação política.

“Este tipo de violência as pessoas não se dão conta, mas ela existe com o objetivo de excluir a mulher da política. Precisamos denunciar este tipo de violência às autoridades eleitorais. Precisamos de mais mulheres ocupando estes espaços. Não vamos permitir este tipo de violência. Vamos denunciar! É importante deixar claro que a exclusão é uma violência que pode ser observada no ambiente político de diversas maneiras. O fato de não ter um banheiro feminino no plenário do Senado até 2016, era uma forma de dizer que aquele espaço não era construído para as mulheres”, lembrou Britto.

A deputada Rosangela Gomes, que sofreu na pele a violência na política, lembrou sobre sua trajetória de vereadora em Nova Iguaçu. “Quando cheguei na câmara fui extremamente isolada. Eu era a última cadeira no parlamento e não tinha sala. Sofri muita violência política, pois eu era a única mulher na Câmara de Nova Iguaçu. Acredito na força da mulher e sou grata, pois como mulher tenho o apoio incondicional de nosso presidente Marcos Pereira e de nossa bancada. Sou feliz no partido que estou. Temos que cuidar da coisa pública com afinco e dedicação”.

Desafios

A deputada Aline Gurgel destacou que sua vida de liderança é sempre no meio da comunidade. Ela lembra que ao chegar no Republicanos foi incentivada pelo presidente nacional da sigla, deputado federal Marcos Pereira, a tratar todos como iguais e defender seus direitos.

“Temos que seguir conselhos precisos de quem tem experiência. E o presidente Marcos Pereira me disse: ‘Aqui é um partido sério, tratamos todos iguais. Precisamos ter muita resiliência e gastar muita sola de sapato.’ Peguei isso para mim. Eu vou para a comunidade. Esse é nosso diferencial. Quando se está na comunidade se conhece os problemas. Temos uma missão que é trabalhar pelo país com excelência e sem olhar para os ataques. Por isso digo: estejam preparadas psicologicamente, ocupem, participem, principalmente das eleições majoritárias”, reforçou Aline.

Maria Rosas destacou que a atuação das mulheres à frente dos executivos municipais têm sido essencial para a implementação de políticas públicas. Dentre elas, as políticas voltadas para as crianças. “A mulher é capaz de mostrar como é fazer a boa gestão. A mulher quando está no Executivo, a taxa de mortalidade infantil cai, pois ela olha para as políticas públicas com mais sensibilidade. Cada um pode dar sua parcela. Existem os preconceitos, ataques, mas nós temos que mostrar em primeiro lugar que nos valorizamos. Isso faz ir em frente. Quando você sabe que está certa, você ultrapassa todas as barreiras. Esteja pronta para lutar pelos seus objetivos”, contou.

Mulheres no Republicanos

Republicanos é um partido que sempre investiu na participação das mulheres e fez história ao eleger oito republicanas nas Eleições 2018: três deputadas federais e cinco estaduais.

“Nossas deputadas são comprometidas, diligentes e competentes. A deputada Rosangela tem um trabalho brilhante em defesa da saúde e das mulheres na Câmara dos Deputados. Maria Rosas é um fenômeno na educação, defesa da criança e da mulher. Foi brilhante na votação do novo Fundeb. Aline atua de forma exemplar na área da Cultura, enfim, são ecléticas”, avaliou Tiana, que conhece bem os bastidores das republicanas no Congresso Nacional.

Lei Maria da Penha

Com 14 anos de existência, completados no dia 7 de agosto, a Lei Maria da Penha também foi destaque na live com as republicanas. Tiana ressaltou a importância da lei e conclamou a todos a se unirem para que a mesma cumpra com seu papel.

“A Lei Maria da Penha foi um avanço grande e cada vez mais ela vem se sedimentado na proteção das mulheres. O mais importante é que temos muitos homens que estão nas fileiras para fazê-la ser cumprida. A lei veio para ficar, mas só a punição não vale, tem que conscientizar”, lembrou Tiana.

Titular da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto lembrou as ações tomadas pela pasta no combate à violência doméstica contra a mulher durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Fizemos campanhas voltadas para incentivar as denúncias e envolver a sociedade. As nossas campanhas foram voltadas para envolver todos. Hoje, por meio de aplicativos e do Disque 180, qualquer pessoa da sociedade pode fazer uma denúncia de forma anônima. A Secretaria articulou com o Ministério da Justiça a disponibilização de ocorrências on-line. Nossa prioridade é combater o feminicídio, pois somos o quinto pais que mais mata no mundo. Houve queda de 27% e atribuo ao incentivo à denúncia”, destacou Cristiane Britto.

Por Agência Republicana de Comunicação – ARCO

Eleições 2020: Jovens Republicanos lança e-book com estratégias digitais

Brasília (DF) – O Jovens Republicanos Nacional lançou, nesta quarta-feira (8), o e-book “10 passos para melhorar sua estratégia nas redes sociais”. A publicação traz orientações para pré-candidatos sobre como utilizar as mídias sociais para que possam ampliar as chances de vitória no pleito eleitoral de 2020, que ocorrerá nos dias 15 e 29 de novembro, primeiro e segundo turnos respectivamente.

O e-book foi elaborado pela coordenação nacional de comunicação e mídias sociais do Jovens Republicanos e traz, entre outros conteúdos, dicas de como conhecer o público-alvo, planejamento e estratégias multiplataformas.

Bruno Góes, jornalista e responsável pelo setor, explica que as redes sociais mudaram, de forma definitiva, a maneira de personalidades políticas se relacionarem com o seu público-alvo. “As redes sociais alteraram a forma de interagir, responder demandas e atender as necessidades locais. Independentemente de sua atuação ser focada no âmbito municipal, estadual ou nacional, a internet é a conexão on-line com seu público”, destacou. Góes frisou, ainda, que as redes sociais devem ser uma prioridade e uma aliada para quem deseja disputar as eleições.

O secretário nacional do Jovens Republicanos, Renato Junqueira, afirma que o digital será um fator determinante nas próximas eleições, principalmente devido a polarização da política nacional e o uso das redes como forma de troca de opinião e debates. “Estamos vivendo mudanças radicais em nossa forma de se comunicar e por isso é imprescindível que nossos filiados tenham consciência e estejam preparados para enfrentar essa mudança. Todos devem baixar esse e-book e estudar a melhor forma de aplicação em suas redes”, comentou o líder republicano.

Clique AQUI e faça, gratuitamente, o download do e-book “10 passos para melhorar sua estratégia nas redes sociais”.

Por Jovens Republicanos Nacional

 

Live destaca protagonismo político nacional do Republicanos

Brasília (DF) – Como parte das comemorações dos 15 anos do Republicanos, a completar dia 25 de agosto, a Agência Republicana de Comunicação (ARCO) deu início, nesta quinta-feira (6), a uma série de lives com as principais lideranças da sigla para celebrar e compartilhar o legado de contribuição nessa mais de uma década de histórias vitoriosas em prol dos brasileiros.

Para falar sobre o crescimento contínuo da legenda, reposicionamento ideológico e protagonismo nacional, o primeiro encontro virtual contou com a presença ilustre do presidente nacional do Republicanos, deputado federal Marcos Pereira (SP), da secretária nacional do Mulheres Republicanas, deputada federal Rosangela Gomes (RJ), do presidente do Republicanos Roraima e pré-candidato à Prefeitura de Boa Vista (RR), Marcos Jorge, do secretário-geral do Republicanos, Evandro Garla, do tesoureiro Mauro Silva, e do jornalista Diego Polachini.

O bate-papo transmitido na página do Republicanos no Facebook foi mediado pela coordenadora da ARCO, jornalista Helen Assumpção, e pelo jornalista Maurizan Cruz, e contou com a participação de filiados de todo o país.

O papel do partido no cenário nacional foi o primeiro ponto abordado pelo presidente Marcos Pereira, primeiro vice-presidente da Câmara dos Deputados.

“O Republicanos é um partido que historicamente foi o que mais cresceu. Vem crescendo em todas eleições e esperamos mais uma vez crescer nesta que se avizinha. Hoje, contamos com 33 deputados federais e dois senadores. O protagonismo é que hoje temos uma bancada robusta, e senta à mesa para decidir os rumos para a nação”, disse Pereira.

Ao comentar sobre a mudança de nome de PRB para Republicanos, Marcos Pereira destacou que para fazer a alteração da nomenclatura, a Executiva Nacional da sigla ouviu sociólogos, economistas e pessoas das mais variadas profissões.

“Lançamos um manifesto robusto e mais adequado ao momento em que estamos vivendo. Nos posicionamos de forma clara como partido conservador e liberal na economia. Esta é a nossa posição nacionalmente falando”, ressaltou Marcos Pereira.

Mulher na política

A deputada federal Rosangela Gomes, secretária nacional do Mulheres Republicanas, destacou que o apoio do presidente Marcos Pereira tem sido essencial para ampliar a participação das mulheres na política. “Lembro como se fosse hoje: o presidente Marcos disse: ‘eu quero que as mulheres defendam direitos das mulheres’. O presidente Marcos faz questão de investir na capacitação e inserção da mulher na política. Desde sua concepção, o Mulheres Republicanas sempre foi respeitado e valorizado, e temos tudo para fazer uma eleição brilhante com o apoio da gestão nacional”, pontuou Rosangela.

O tesoureiro da Executiva Nacional do Republicanos, Mauro Silva, destacou o pioneirismo do partido ao ser o primeiro do país a criar uma faculdade, a Republicana, além de investir nas instalações de uma nova sede.

“Ser pioneiro e inovador no meio acadêmico não é fácil. Mas o objetivo central da faculdade é qualificar quadros dentro do Republicanos e dar oportunidades às pessoas de baixa renda com um curso acadêmico. Isso caracteriza a gestão de nosso presidente Marcos Pereira, que prioriza uma gestão técnica e a busca pelo aperfeiçoamento. Isso fica caracterizado na criação da faculdade e da nova sede. Nossas estruturas hoje são referências. É algo que nenhum partido faz. Estendo o convite para que todos venham conhecer a nossa sede e possam compartilhar um pouco da visão do presidente Marcos Pereira”, disse Mauro Silva.

Para o presidente do Republicanos Roraima, Marcos Jorge, que esteve ao lado de Marcos Pereira no Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), o crescimento do Republicanos é fruto da grande responsabilidade e boa gestão de seu presidente nacional.

“O partido tem crescido por conta de sua obsessão em fazer o Republicanos maior, mas com qualidade. Marcos Pereira é o grande exemplo de homem público”, contou.

Eleições 2020

Pré-candidata à Prefeitura de Nova Iguaçu, a deputada Rosangela Gomes destacou que o Republicanos sempre teve o zelo para com a coisa pública, motivo pelo qual acredita e pleiteia administrar a cidade com o jeito republicano de administrar. “Acho que o primeiro diferencial do Republicanos é o comprometimento. Sonhamos com as cidades do Rio com uma gestão eficiente.Como gosto de desafios, sei que nosso partido pode contribuir e muito em Nova Iguaçu”, disse Gomes.

Também pré-candidato à Prefeitura de Boa Vista, Marcos Jorge pontuou que a reformulação do manifesto do partido contribui para a atuação dos republicanos em todo o país.

“O Republicanos representa cuidar da coisa pública, e isso está no nosso manifesto, é o que acreditamos, que é investir na inovação e no futuro de nossas cidades. O manifesto vai ajudar muito a todos os pré-candidatos. Na prática, vai nos ajudar no que queremos para o futuro do Brasil, para gerar emprego e renda”, elencou.

O jornalista Diego Polachini, que foi um dos que contribuiu decisivamente para a reformulação do manifesto e nome do partido, ressaltou a essência dessa mudança. “O ponto de partida é que olhamos o manifesto anterior e não enxergávamos nele nossa identidade. Então, levamos ao presidente a necessidade de termos uma identidade. Apresentamos a ideia ao presidente Marcos e ele disse que não queria apenas mudar de nome, mas também de posicionamento político. Portanto, o novo manifesto é um material que nos dá uma direção”, observou Diego.

Ainda de acordo com Diego, os pré-candidatos abraçaram a identidade do partido e isso tem motivado para atrair essas pessoas. “Isso era nosso objetivo. As pessoas querem saber o que acreditamos, o que defendemos, que são os valores da família, respeito à Constituição e a quem pensa diferente”, disse.

Capacitações

O secretário-geral, Evandro Garla, destacou que o partido tem investido na qualificação dos filiados. Justamente pensando na necessidade de preparar os pré-candidatos para a eleição deste ano, a Fundação Republicana Brasileira (FRB) levou para o ambiente on-line o tradicional Workshop Eleitoral.  “Com a pandemia, nasceu a ideia do workshop on-line. Este workshop tem vários pontos, um deles aborda a mudança de nome para Republicanos. Vamos avançar este ano com as cidades com mais de 200 mil eleitorais”, comentou.

Crescimento contínuo desde sua fundação 

Única sigla do país a crescer consecutivamente em comparação a partidos tradicionais, Mauro Silva destacou que isso é possível devido ao rigoroso planejamento cumprido à risca pelo partido. “Fizemos um planejamento a pedido do presidente Marcos Pereira e procuramos seguir este planejamento. As eleições de 2018 foram atípicas, mas devido ao planejamento, tê-lo obedecido, conseguimos obter êxito. Por conta dele é que o crescimento tem sido constante. Este é o segredo do Republicanos, o planejamento e a execução do mesmo”, elencou.

Nas Eleições 2018, o Republicanos conquistou 30 cadeiras, sendo alçada à oitava maior bancada da Câmara.

“É o único partido desde sua fundação, que nunca caiu em número de votos e parlamentares. Tudo que é feito é com planejamento e acompanhamento disso. Fomos um dos partidos que recebeu um percentual menor do fundo eleitoral em 2018 e temos feito mais com menos. Isso é saber utilizar bem os recursos públicos”, completou Evandro Garla.

Assista ao vídeo

Por Agência Republicana de Comunicação – ARCO

Marcos Pereira é pelo segundo ano um dos deputados mais influentes do Brasil

Brasília (DF) – O deputado federal Marcos Pereira (Republicanos-SP) foi considerado pelo segundo ano seguido um dos parlamentarem mais influentes do Brasil na categoria “Articuladores/Organizadores”. O ranking “Os Cabeças do Congresso Nacional” está em sua 27ª edição e é elaborado anualmente pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), fundado em 1983.

O DIAP mapeia, a partir de critérios objetivos, os 100 deputados e senadores com mais habilidades para elaborar, interpretar, debater ou dominar regras e normas do processo decisório no Poder Legislativo. Ou seja, o estudo indica a “elite” parlamentar entre os 513 deputados e 81 senadores. 

“Fico feliz e honrado por estar entre os deputados federais mais influentes do Brasil pelo segundo ano em meu primeiro mandato. Acredito que minha capacidade de ouvir todas as vozes e de articular e construir consensos sejam as principais razões de eu ter sido apontado, mais uma vez, no estudo do DIAP”, avaliou Marcos Pereira, que é vice-presidente da Câmara.

A categoria “Articuladores/Organizadores”, de acordo a metodologia do DIAP, leva em conta os parlamentares “com excelente trânsito nas diversas correntes políticas, cuja facilidade de interpretar o pensamento da maioria os credencia a ordenar e criar as condições para o consenso”. 

A instituição considera que “muitos deles exercem um poder invisível entre seus colegas de bancada, sem aparecer na imprensa ou nos debates de plenário e comissões”. O DIAP afirma que os parlamentares desta categoria “têm livre acesso aos bastidores, ao poder institucional, e alto grau de fidelidade às diretrizes partidárias ou ideológicas ao grupo político que integram”.

Além de vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira é presidente nacional do Republicanos desde 2011. Desde sua chegada, o partido cresceu em todas as eleições que disputou. Naquele ano, o então PRB tinha oito deputados federais. Hoje possui 33, performando um dos maiores partidos do Brasil. “Fruto de planejamento, trabalho e respeito ao povo brasileiro”, disse ele.

Acesse a publicação do DIAP aqui.

Por Diego Polachini / Coordenador de Comunicação – Ascom deputado federal Marcos Pereira
Foto destaque: Douglas Gomes / Ascom – Liderança do Republicanos

Republicanos lança quadro “Pergunte ao Secretário!”

Brasília (DF) – A partir desta terça-feira (19), os filiados do Republicanos contarão com um canal exclusivo para esclarecer dúvidas e questionamentos. A sigla lançou o quadro “Pergunte ao Secretário!”, que será apresentado por Evandro Garla, secretário nacional. O republicano responderá, semanalmente, perguntas de filiados sobre dúvidas comuns que chegam até os canais de comunicação do partido.

O quadro irá ao ar toda terça-feira nas redes sociais oficiais do Republicanos: InstagramFacebook, e Twitter.

“Estarei apresentando o quadro ‘Pergunte ao Secretário!’ para responder as dúvidas frequentes que chegam por meio dos canais de relacionamento com os filiados do nosso partido e manter todos sempre bem informados”, disse o secretário no vídeo de pré-estreia.

Estreia do “Pergunte ao Secretário!”

No primeiro quadro, Evandro Garla esclareceu a dúvida da jovem Gabriela, moradora de Brasília, de 16 anos. Ela questionou sobre a idade mínima para se filiar a um partido político.

Em resposta, o secretário informou que uma das exigências legais do cidadão ou cidadã é estar com seus direitos políticos em dia, ou seja, apto a votar e ser votado. “A essência do direito político é o voto. E para votar é necessário tirar o título de eleitor, sendo que é obrigatório para os maiores de 18 anos, e facultativo para aqueles que têm entre 16 e 18 anos. Portanto, Gabriela, se você já tem o título de eleitor, você pode se filiar ao Republicanos”, explicou Evandro Garla.

Por Agência Republicana de Comunicação – Arco

Adiamento do Enem 2020: Republicanos apoia medida anunciada pelo governo

Brasília (DF) – Após o Senado aprovar projeto de lei para o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na terça-feira (19), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação anunciaram na quarta-feira (20) que as provas acontecerão em novas datas, com previsão de 30 a 60 dias após divulgado em edital.

Republicanos foi um dos primeiros partidos a defender o adiamento da prova ao entender que a manutenção das datas, antes agendadas para 1º e 8 de novembro, na versão impressa, e 22 e 29 de novembro, na versão digital, prejudicaria os mais carentes, que estão enfrentando mais dificuldades de ter acesso a conteúdo digital e a uma rotina de estudos sem as aulas presenciais, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

O senador Mecias de Jesus (Republicanos-RR) destacou a importância da medida, principalmente para os estudantes da rede pública. Ele chamou a atenção para o PL 1.277/2020, projeto de lei que determina a suspensão das provas do Enem.

“Votei favorável ao adiamento do Enem. Atendendo ao anseio de milhões de estudantes que tiveram seus estudos comprometidos devido à pandemia. No momento, precisamos garantir todas as medidas que visam o distanciamento social, para que assim possamos salvar vidas”, observou Mecias.

Na semana passada, por meio de seu perfil no Twitter, o deputado federal e vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcos Pereira (Republicanos-SP), afirmou ter “recebido centenas de pedidos de alunos e entidades estudantis pedindo apoio para o adiamento da realização do Enem” e reforçou, também, que “muitos alunos estão prejudicados pela falta de aulas”, pontuou Pereira, que é presidente nacional do Republicanos.

O deputado federal Vinicius Carvalho (Republicanos-SP) defendeu o cancelamento do exame, pois, segundo ele, a suspensão das atividades escolares nos últimos dois meses contribuiu para o aumento da desigualdade entre os estudantes no preparo para as provas. Não podemos permitir que essa prova aconteça este ano. Há muitos jovens em situação de vulnerabilidade, que estudam em colégios públicos e não têm a possibilidade de ter aulas remotas como alunos de escolas particulares”, disse.

A manutenção das datas também era motivo de preocupação para o deputado federal Silvio Costa Filho (Republicanos-PE), que chegou a procurar o Ministério da Educação para discutir a possibilidade do adiamento das provas. “Nós não podemos aceitar injustiças com os alunos que não tiveram oportunidade de se preparar para a prova. Por isso, defendemos o adiamento. O Governo precisa fazer, por meio do Ministério da Educação, uma ampla discussão nacional para definir uma melhor data para aplicar o exame, tão importante para os estudantes de todo o país”, sugeriu Silvio.

O deputado federal Márcio Marinho (Republicanos-BA) também foi um dos que se manifestaram pelo adiamento do Enem 2020. Segundo o republicano, o atual cenário mundial mostra que o agravamento da crise ocasionada pela pandemia terá grandes impactos e não é possível saber se até novembro a pandemia terá se dissipado a ponto de a prova ocorrer sem ocasionar prejuízos aos alunos.

“Estima-se que, até o final do ano corrente, ainda estejamos em regime de afastamento social, ainda que menos rigoroso que a situação atual. Por isso, fazer compromissos futuros que levem a aglomerações é insustentável no atual cenário”, destaca o parlamentar.

Segundo o Ministério da Educação, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da página do participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio. Ainda de acordo com o Inep, mais de 3,5 milhões de candidatos já se inscreveram para o Enem.

Por Agência Republicana de Comunicação – Arco
Foto 1: Agência Brasil
Fotos 2 e 3: Douglas Gomes

Republicanos pede alerta da sociedade contra a exploração sexual infantil

Brasília (DF) – Milhares de crianças e jovens brasileiros ainda sofrem com o abuso e a exploração sexual infantil. Os dados são do Ministério da Mulher, da Família e Direitos Humanos, que mantém o serviço do Disque 100. Somente nos primeiros quatros meses deste ano, 37.546 denúncias de abuso sexual infantil foram registrados, um aumento de 14,12% em relação ao mesmo período do ano passado. Para enfrentar esse grave problema social, o Republicanos tem defendido aprovação de projetos para garantir a proteção das crianças e adolescentes, e debatido o tema com especialistas para proporcionar uma conscientização maior da sociedade sobre a importância da denúncia pelo Disque 100.

Nas redes sociais, o deputado federal Roberto Alves (Republicanos-SP) publicou um vídeo de conscientização da importância da denúncia no combate ao abuso e exploração sexual infantil. “Se você perceber que uma criança ou adolescente é vítima de abuso sexual, denuncie no Disque 100! O lugar do abusador é na cadeia. O problema não é meu, o problema é nosso, frisou o parlamentar. O republicano é presidente da Frente Parlamentar de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes da Câmara dos Deputados. Ele é um defensor dos direitos infantis na Câmara e conta com o apoio da Bancada Republicana para criar projetos e políticas públicas de proteção às crianças.

Os dados demonstram uma triste estatística: o número de denúncias aumentou de 14,1% nos primeiros quatros meses de 2020 em comparação ao ano passado. De janeiro a abril de 2019, foram 32,9 mil registros e, no mesmo período deste ano, o número saltou para 37,5 casos. O mês de abril foi o que mais registrou aumento de denúncia, com 37,6% no comparativo com o mesmo período do ano passado.

O isolamento social imposto pelo avanço do novo coronavírus (Covid-19) pode representar um risco para as crianças. Muitas vezes, o abusador está dentro da própria casa e com o aumento do tempo de convivência, os casos de denúncia aumentaram 37,6% na comparação das informações de abril deste ano com o mesmo mês do ano passado. Em 2019, foram 7.243 denúncias e, neste ano, o número de denúncias feitas no mês de abril saltou para 9.965 casos.

Dados oficiais apontam que 70% dos casos de exploração sexual infantil são praticados no ambiente doméstico. Pais, mães, padrastos e outros parentes são os que mais abusam e maltratam crianças e adolescentes. Os dados são do último levantamento nacional do Disque 100, com base nos casos registrados em 2018. “O meu recado vai para você que se preocupa com nossas crianças. É preciso ter coragem, determinação, para denunciar qualquer ato conta as crianças e adolescentes. o problema não é meu, o problema é nosso”, enfatizou o deputado federal Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF).

Sinais que tem algo errado

De acordo com especialistas, as crianças demonstram que estão sofrendo algum tipo de exploração. O comportamento agressivo, com choros e gritos são sinais que tem algo errado em casa. Neste momento, os responsáveis, parentes e até vizinhos têm de ficar de olho para acompanhar a criança e entender melhor a situação. Além disso, é preciso ficar em alerta com o surgimento de manchas de machucado no corpo, rejeição à alimentação, descuido com a higiene pessoal e mudanças repentinas de humor.

Outra manifestação que precisa ser analisada são o surgimento de comportamentos impróprios para a idade da criança, como perguntas sobre assuntos sexuais e, até mesmo, brincadeiras que envolvam o assunto. Neste momento, é preciso investigar, sem assustar a criança para conseguir obter o maior número de informações possíveis.

Maio Laranja

Neste ano, uma campanha nacional está em curso para ampliar a rede de proteção e alertar a população sobre suspeita de abuso e exploração sexual. Durante o mês, órgãos públicos nacionais, estaduais e prefeituras de todo o país estão realizando campanhas de conscientização contra qualquer tipo de maus-tratos infanto-juvenil. O Maio Laranja tem o objetivo de alertar os pais, parentes, responsáveis e vizinhos sobre a importância de denunciar toda forma de agressão às crianças, principalmente, a sexual.

Além de postagem nas suas redes sociais, a instituição gravou dois vídeos e um programa de rádio sobre o tema, que trazem orientações sobre como identificar sinais de violência e como comunicar aos órgãos competentes sem medo e sem culpa. As ações integram o Maio Laranja, mês destinado ao enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes.

Por Agência Republicana de Comunicação (Arco)

Pré-candidatos podem fazer vaquinha virtual a partir desta sexta-feira (15)

Brasília (DF) – A partir desta sexta-feira (15), pré-candidatos e partidos poderão fazer campanha de arrecadação prévia de recursos financeiros, na modalidade de financiamento coletivo. Criada pela Lei nº 13.488/2017, a “vaquinha eletrônica”, “vaquinha on-line”, “vaquinha virtual” ou crowdfunding, termos popularmente conhecidos, é uma das novidades nas Eleições 2020. Utilizada nas eleições gerais de 2018, agora pré-candidatos a prefeitos e vereadores poderão utilizar dessa modalidade para arrecadar recursos, com data-limite até o dia da eleição, ou seja, 4 de outubro.

Empresas autorizadas

Para a realização da vaquinha virtual, pré-candidatos e partidos deverão contratar uma empresa ou entidade habilitada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para prestar o serviço de financiamento coletivo de campanhas. Confira a lista AQUI.

Doações

De acordo com o TSE, doações iguais ou superiores a R$ 1.064,10 só podem ser realizadas mediante transferência eletrônica, emitida diretamente da conta bancária do doador para a conta bancária do beneficiário, sem a intermediação de terceiros. A regra deve ser observada, inclusive, na hipótese de doações sucessivas realizadas por um mesmo doador em um mesmo dia.

Recibo de doação

A empresa arrecadadora deverá emitir recibo para cada doação, que deverá constar as seguintes informações:

– identificação do doador, CPF e endereço;
– identificação do beneficiário da doação com a indicação do CNPJ do candidato ou do CPF, no caso de pré-candidatos, e a eleição a que se refere;
– valor doado;
– data da doação;
– forma de pagamento;
– identificação da instituição arrecadadora emitente do recibo, com a indicação da razão social e do CNPJ; e
– referência ao limite legal fixado para doação, com a advertência de que o valor do limite é calculado pela soma de todas as doações realizadas no período eleitoral e a sua não observância poderá gerar aplicação de multa de até 100% (cem) por cento do valor excedido.

Recebimento dos recursos pelos candidatos

A liberação e o respectivo repasse dos valores aos pré-candidatos só poderão ocorrer se eles tiverem cumprido os requisitos definidos na norma do Tribunal Superior Eleitoral (TSE):

– requerimento do registro de candidatura (prazo final é em 14 de agosto);
– inscrição no CNPJ; e
– abertura de conta bancária específica para registro da movimentação financeira de campanha.

Somente após cumprido estes requisitos é que as empresas arrecadadoras podem repassar os recursos aos candidatos.

Caso o pré-candidato não tenha o registro de candidatura efetivado, as doações recebidas devem ser devolvidas pela empresa arrecadadora diretamente aos respectivos doadores.

Prestação de contas da vaquinha on-line

Com o registro de candidatura formalizado, o candidato que concorrerá ao pleito terá de informar à Justiça Eleitoral todas as doações recebidas por intermédio de financiamento coletivo. As informações devem ser registradas no Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE), por meio do envio de relatórios de campanha a cada 72 horas, conforme prevê o artigo 47, parágrafos 1º e 2º, da Resolução TSE nº 23.607/2019.

A partir de 15 de agosto, as empresas e entidades arrecadadoras também deverão informar à Justiça Eleitoral as doações recebidas e repassadas aos candidatos. Isso deve ser feito por meio do validador e do transmissor de dados que serão disponibilizados pelo TSE.

A especialista em Direito Eleitoral, advogada Carla Rodrigues, afirma que os pré-candidatos devem ficar atentos às regras do TSE quanto à realização da vaquinha virtual. “É a primeira vez que o financiamento coletivo será utilizado em uma eleição municipal. Sendo assim, o pré-candidato deve ficar atento a algumas recomendações. Por exemplo, o financiamento coletivo/vaquinha eleitoral não pode ser realizado pelo pré-candidato ou por pessoa física, mas sim por empresa arrecadadora devidamente registrada na Justiça Eleitoral. Então, recomenda-se que o pré-candidato antes de firmar contrato com uma empresa de financiamento, verifique se a mesma tem cadastro na Justiça Eleitoral”, disse.

Outro ponto elencado por Carla Rodrigues é sobre a proibição do pedido de votos durante a pré-campanha. “O pré-candidato não pode pedir voto ao divulgar sua campanha de arrecadação prévia”, frisou.

Sobre a utilização dos recursos arrecadados, a advogada completa: “O pré-candidato só poderá utilizar o recurso arrecadado por meio da plataforma de financiamento, após o efetivo pedido de registro de candidatura, que acontecerá somente em agosto, com a obtenção de CNPJ e abertura de conta bancária de campanha”.

Por Agência Republicana de Comunicação – Arco

Sede

SEP Sul, Trecho 713/913, Lote E, Edifício CNC Trade, Asa Sul, Brasília – DF, CEP: 70390-135

E-mail: contato@fundacaorepublicana.org.br
Telefone: (61) 3321-1112

Subseção São Paulo

Av. Indianópolis, 2025 – Planalto Paulista – CEP: 04063-003

E-mail: secretariafrbsp@gmail.com

Telefone: (11) 5594-0184 / (11) 3342-5160 / #5175

× Fale Conosco.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

LEIA COM ATENÇÃO:

Para efetivação da sua matrícula no Curso de Idiomas do ano de 2020, segue a documentação necessária:

  • RG – Original
  • CPF – Original
  • Foto 3×4 – Atualizada
  • Comprovante de Residência – Original (máximo 90 dias de emissão)
    • O comprovante de residência deve estar em seu nome, ou faça uma declaração, informando o seu endereço residencial e registrá-la em cartório.
  • Comprovante de renda – Original

IMPORTANTE:

Somente é válido como comprovante de renda o seu Contracheque ou Declaração de Serviço Autônomo que deve ser registrada em cartório.

Ausência de Renda: Você deverá escrever uma Declaração informando que não possui renda e também registrá-la no cartório.

Adriana Costa Bezerra
Diretora Administrativa da Subseção de São Paulo
“Paulistana”
GERAL
Adriana Costa Bezerra é paulistana e nasceu no dia 7 de abril. Graduada em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove), tem experiência também em outros setores, como administração e finanças.
FORMAÇÃO
Jornalismo – Universidade Nove de Julho
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
  • Adriana tem ampla experiência na área administrativa e também com atendimento ao público. Já trabalhou em várias empresas nacionais;
  • Assessora Parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro;
  • Tesoureira no Partido Republicano Brasileiro (PRB) de São Paulo;
  • Experiência em projetos sociais voltados para a juventude;
  • Coordenadora de Redação na Rede Mulher de Televisão;
  • Atualmente é Diretora Administrativa da Subseção da Fundação Republicana Brasileira (FRB) em São Paulo.

Eduardo Verrone
Coordenador

Eduardo Verrone nasceu na cidade de São Paulo, é casado há mais de 35 anos com Cristina Verrone e tem uma filha, a Jackeline.

Profissional da área de comunicação social, atuou com TV, rádio e jornal atendendo demandas de diferentes países como Brasil, Panamá, Honduras, Colômbia e Uruguai. Participou de palestras de desenvolvimento pessoal na Argentina e Estados Unidos.

Formando em Ciências Políticas pela Uninter, ingressou na política em 2016 como coordenador de mídias e assessorando a presidência estadual do Partido Republicano Brasileiro em São Paulo.

Como coordenador da subseção da FRB, posto que assumiu desde 2019, está intensificando os trabalhos e ampliando o número de realizações de cursos e palestras em todo o Estado. O objetivo é colaborar com a formação educacional de paulistas e paulistanos por meio dos conceitos da boa política, cidadania e gestão pública.

 

Mariluce Rodrigues Siman de Oliveira
Instrutora
Paulista
Itapevi (São Paulo)
GERAL
Mariluce Rodrigues é natural da cidade de Itapevi, São Paulo (SP). Nasceu no dia 12 de maio. Graduada em Letras (Português/Inglês), com certificados avançado e de proficiência de Língua Inglesa da Universidade de Cambridge. Especialista em Tradução e Versão e em Fonética e Pronúncia Inglesa. Iniciou a carreira bilíngue como secretária de empresa multinacional. Leciona Língua Inglesa desde 1998. Com o objetivo de aprimorar o idioma morou três anos em Londres. Após concluir seus estudos viajou por diversos países da Europa e conheceu diferentes sotaques e culturas. Pós-graduanda no ensino de Inglês como segunda língua com certificado internacional.
FORMAÇÃO
  • Graduação – Em Letras (Português e Inglês) – UNIFIEO de Osasco/SP
  • Pós-Graduação – No Ensino de Inglês como Segunda Língua com certificado internacional (Bridge IDELTTM )
Especialização:
  • Especialização em Tradução e versão – PUC/SP e em Fonética e Pronúncia Inglesa – City Lit Londres
  • CAE – Certificado Avançado de Língua Inglesa da Universidade de Cambridge
  • CPE – Certificado de Proficiência de Língua Inglesa da Universidade de Cambridge

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

  • Mariluce tem ampla experiência em rotinas administrativas de empresas e escolas.
  •  

    Exerceu a função de docente em escolas públicas, privadas (SKILL, CNA, Memphis Inglês, Top Idiomas e Berlitz) e empresas. Ela também atua em Coordenação Pedagógica.

Rusembergue Barbosa de Almeida
Presidente
Brasileiro, 57 anos
Natural de Graça Aranha (MA)
presidencia@fundacaorepublicana.org.br
GERAL

Nascido em Graça Aranha (MA), no dia 29 de novembro de 1963, Rusembergue possui formação em Direito pela PUC Goiás e é pós-graduado em Direito Administrativo pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP). Casado com Ana Maria Ribeiro de Almeida, o maranhense é um dos fundadores do Republicanos e primeiro presidente do Diretório Municipal do Partido Republicano Brasileiro (até então PRB) de Goiânia (GO), vereador e vice-presidente da Câmara Municipal da capital goiana. Também atuou como secretário e chefe da Ouvidoria da Câmara Legislativa do Distrito Federal, além de desempenhar a função de secretário da Comissão de Assuntos Sociais da CLDF. Atualmente ocupa a presidência da Fundação Republicana Brasileira - FRB.

FORMAÇÃO
  • Graduado em Direito pela PUC Goiás
  • Pós-Graduado em Direito Administrativo pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP)
João Paulo Teixeira
Diretor Administrativo
Brasileiro, 33 anos
Natural do Coromandel (MG)
GERAL

João Paulo Teixeira é natural de Coromandel (MG) e nasceu no dia 4 de novembro de 1985. É graduado em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário Unieuro, de Brasília (DF). O contabilista é conhecido por sua responsabilidade e credibilidade.

FORMAÇÃO

  • Ciências Contábeis – Centro Universitário Unieuro

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

  • Assessor Parlamentar
  • Assistente Financeiro
  • Auxiliar Administrativo
  • Representante de Vendas
  • Diretor Administrativo
Rabiu Rufayi
Instrutor
GERAL

Rabiu Rufayi é natural da República do Gana, país popularmente conhecido apenas como Gana, situado na África Ocidental. Nasceu no dia 5 de julho de 1985. Além dos idiomas Ga, do seu país de origem, e inglês, também fala hausa e mais dezenas de dialetos.

FORMAÇÃO

  • Tecnologia e Informática - Escola Indiana NIIT Technologies,
  • Artes Visuais - Escola Master Servis
  • Hardware, Tecnologia de Sistemas e Rede de Computadores - Presbiteriana.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Rabiu iniciou sua carreira como professor de Língua Inglesa, ministrando aulas de multimídia em informática. Foi professor na escola de idiomas Uptime, na disciplina de Comunicação em Inglês. Há três anos estabeleceu residência fixa no Brasil. Atualmente é instrutor de inglês na Fundação Republicana Brasileira (FRB).

Mário Enrique Rodriguéz Fernandéz
Instrutor
GERAL
Mário Enrique Rodriguéz é natural da cidade de La Habana (Cuba) e nasceu no dia 21 de junho de 1975. Cursou Licenciatura em Língua e Literatura Espanhola na Universidade de La Habana (Cuba) e Música, na Escuela Alejandro Garcia Caturlas.

FORMAÇÃO

  • Licenciatura em Língua e Literatura Espanhola – Universidade de La Habana (Cuba)
  • Graduação em Música – Escuela Alejandro Garcia Caturlas

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

  • Enrique iniciou a carreira como professor de Língua Espanhola no pré-universitário de Ciências Exatas Vladimir Ilich Lenin, em sua cidade natal. Foi professor de Literatura Hispano-americana na Escola Nacional de Artes (ENA) e no Instituto Amadeo Roldan. Também foi professor de História da Música e Apreciação Musical na escola na qual formou-se.
  • Há cinco anos estabeleceu residência fixa no Brasil. Atualmente é professor de espanhol particular e na Fundação Republicana Brasileira (FRB).

Evandro Garla
Secretário-geral do Republicanos
GERAL

Evandro Garla é natural de São Paulo (SP) e nasceu no dia 9 de maio de 1978. Gestor Público pela Universidade Católica de Brasília, exerceu o cargo de Chefe de Gabinete do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), já tendo desempenhado as mesmas funções na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco e na Câmara dos Deputados.

Ocupou o cargo de Secretário Nacional de Esporte, Lazer e Inclusão Social (SNELIS) e de Gerente de Projetos da Secretaria Executiva, ambos no Ministério do Esporte.

Eleito como Deputado Distrital na 6ª Legislatura (2011-2014), foi votado para o cargo de Ouvidor da Câmara Legislativa do Distrito Federal, ofício que cumpriu durante todo o seu mandato.

Buscando o aprimoramento no exercício de suas funções públicas e embasamento na promoção de mudanças, está cursando MBA em Gestão de Pessoas, na Universidade Católica de Brasília.

FORMAÇÃO

Gestão Pública – Universidade Católica de Brasília

MBA em Gestão Pública – Universidade Católica de Brasília

Joaquim Mauro
Tesoureiro Nacional do Republicanos

GERAL

O paulistano Joaquim Mauro Silva possui graduação em Ciências Contábeis pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC/SP e especialização em Gestão Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Atuou durante 11 anos em empresas nacionais e multinacionais e também foi sócio de um escritório de contabilidade.

Mauro Silva atua como dirigente partidário há mais de 10 anos. Trabalhou como assessor parlamentar e técnico nas Câmaras Municipais de São Paulo, Rio de Janeiro e na Legislativa do Distrito Federal, secretário adjunto de Esporte e foi presidente da Fundação Republicana Brasileira (FRB), na qual, atualmente, é diretor financeiro. Também é tesoureiro nacional do Republicanos.

 

FORMAÇÃO

Graduação em Ciências Contábeis - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC/SP

Roberta Guerra

GERAL

Roberta é casada há mais de 15 anos e tem um casal de filhos. Viveu por nove anos nos Estados Unidos, onde teve a oportunidade de ter uma formação teste (PET) pela Cambridge University e fez um Curso Introdutório de Professores, pela Cambridge University – ELC Idiomas. Fez intercâmbio cultural em West Chester, Ohio, USA.  Roberta é fluente em inglês e espanhol.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Câmara Legislativa do Distrito Federal - Assessora Parlamentar

British and American English School – Curso de inglês - Professora de inglês para adultos e adolescentes.

Opportunity Fomento Comercial Ltda. - Empresa de fomento comercial.

Bankers Insurance Group-USA – Empresa Internacional que atua no ramo de seguros, nas áreas jurídica, civil, patrimonial, intempéries da natureza e vida.

Customer Service Representative II - Departamento de Sinistros – Louisiana State; Florida State;

Tânia Maria Teixeira

GERAL

Tania Maria Teixeira, 56 anos, servidora pública federal do FNDE, aposentada, graduada em pedagogia com habilitação em orientação educacional. Cursando pós graduação em Assessoria Parlamentar na Faculdade Republicana.

Assessora Parlamentar há 20 anos, sendo 12 lotada no Gabinete do Deputado Federal Márcio Marinho – Republicanos-BA, onde atuou na área internacional.

Desde 2017, hoje está como Secretária do Movimento Feminino do Republicanos do DF.

 

FORMAÇÃO

Pedagogia com habilitação em orientação educacional – Uniceub

Pós-graduação Assessoria Parlamentar – Faculdade Republicana