Um alerta para os efeitos da pandemia na juventude

Hoje, 12 de agosto, comemoramos o Dia Internacional da Juventude, parcela da população com idade entre 15 e 29 anos, que representa cerca de 51 milhões de brasileiros, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), e também representam 100% do nosso futuro.

Em 2020, é extremamente necessário alertar para os efeitos que a pandemia de Covid-19 está tendo sobre os jovens, pois é esse grupo que sofre os piores impactos da pandemia e, mesmo assim, se levanta para lutar diariamente para exigir ações governamentais, um mundo mais justo, defesa de valores, não diferenciação de raça, sexo ou religião.

Em 2020, jovens perderam suas vidas na pandemia, uns na linha de frente e tantos outros em decorrência do coronavírus. Muitos perderam membros familiares e amigos. A formação de toda uma geração está comprometida, seus passos para a vida adulta e de autossuficiência foram desviados de seu caminho natural.

Muitos de nós assumimos responsabilidades que não deveriam ser assumidas nesse momento da vida e estão com dúvidas se poderão ou não retomar a educação e a normalidade. Por outro lado, somos a geração mais resiliente e engajada da história, nós apanhamos da vida, mas nos adaptamos e de forma elástica voltamos mais fortes.

Iremos dar a volta por cima e lutar por paz em um momento que muitos defendem o ódio e a divisão. Atuaremos junto ao Congresso Nacional e demais lideranças para buscar uma maior inclusão digital, educação, participação em cargos públicos e ter uma voz ativa na política nacional. Nós, enquanto juventude partidária, não abrimos mão de garantir a efetividade das políticas públicas direcionadas à promoção do emprego, à educação e à saúde dos jovens.

Nesse momento de crise, nosso ativismo começou on-line, mas não termina por aqui.

*Artigo escrito por Renato Junqueira, secretário nacional do Jovens Republicanos

Um convite especial aos republicanos

Marcos Pereira
Presidente Nacional do Republicanos
Vice-Presidente da Câmara dos Deputados

Complementação de inscrições da chamada única do Fies termina hoje

Candidatos pré-selecionados na chamada única para obter o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) podem fazer a complementação da inscrição até as 23h59 desta quinta-feira (6), na página do Fies. Nesta edição, 107.875 inscritos disputam 30 mil vagas, ofertadas em mais de 1,3 mil instituições de ensino superior.

Lista de espera

Quem não foi pré-selecionado nessa fase ainda pode disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. Diferentemente dos processos seletivos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade Para Todos (Prouni), para participar da lista de espera do Fies não é necessário manifestar interesse, a inclusão é feita automaticamente. A convocação da lista de espera vai até as 23h59 de 31 de agosto.

Programa

O Fies é um programa do MEC que concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, em instituições particulares de educação superior. O fundo é um modelo de financiamento estudantil moderno, dividido em diferentes modalidades, podendo conceder juro zero a quem mais precisa. A escala varia conforme a renda familiar do candidato.

Fonte: Agência Brasil

Jovens Republicanos RJ visitam sede do Republicanos

Brasília (DF) – A sede nacional do Republicanos recebeu, na última quarta-feira (29), representantes do Jovens Republicanos Rio de Janeiro. A delegação, composta por 30 integrantes, participou de um ciclo de debates sobre a importância do engajamento do jovem na política e conheceu as instalações partidárias. Essa foi a primeira visita do grupo sob a liderança do secretário estadual do Jovens Republicanos Rio de Janeiro, Michel Cunha.

Para o secretário, estar à frente do Jovens Republicanos do estado do Rio de Janeiro é uma experiência gratificante. “Estamos rodando os municípios do estado e já estamos presentes em 27 cidades. E, hoje, todos esses secretários estão presentes ao evento, levarão com eles uma vivência única e muito aprendizado”, disse Michel.

Segundo o secretário nacional do Jovens Republicanos, Renato Junqueira, a importância do comprometimento de jovens na política é uma necessidade constante e não somente em época eleitoral. “Nós queremos que os jovens tenham vez, tenham voz e sejam representantes da juventude. Até porque, política pública e juventude têm que serem propostas por jovens. E nós queremos jovens nas câmaras municipais, nas assembleias legislativas, no congresso nacional, e, por que não, também, no executivo? ”, frisou o secretário, lembrando que as portas estarão sempre abertas para delegações de todo o país.

O encontro contou, ainda, com palestras dos professores Fabio Vidal e Aline Barros, da Fundação Republicana Brasileira (FRB), que falaram sobre conexões entre capital político, confiança e urna. Do diretor da Faculdade Republicana, Valdir Pucci, que apresentou os projetos da instituição.

Na oportunidade, os jovens participaram, ainda, de palestra do secretário nacional do Republicanos, Evandro Garla, e do tesoureiro nacional do Republicanos, Mauro Silva, sobre como o partido está se preparando para as Eleições Municipais 2020. Para encerrar a visita, os jovens participaram de palestra sobre conservador x conservantista, apresentada pelo analista político Guto Ferreira.

Texto e fotos: Ascom – Jovens Republicanos Nacional

15 anos de Republicanos!

Republicanos completará 15 anos de fundação no próximo dia 25. Como todos os anos, a equipe da coordenação nacional está preparando uma programação incrível para celebrar este “debute”. A diferença é que desta vez, devido às restrições por causa da pandemia do novo coronavírus, será tudo online. Bem-vindos de fato à era da tecnologia!

Eu sei, não será a mesma coisa, já que nós costumamos realizar grandes eventos em Brasília e nos estados com republicanos de todo Brasil, porém tenho certeza de que irão gostar porque tudo que fazemos é pensando em cada um vocês.

Temos motivo para nos orgulhar: desde que nascemos, ainda como PMR e depois como PRB, nosso partido cresceu a cada nova eleição e se firmou como uma das maiores forças políticas do País. No ano passado, demos nosso salto mais ousado ao mudar de nome e lançar o novo manifesto, reposicionando o Republicanos como o verdadeiro partido conservador do Brasil.

Vale destacar que o conservadorismo não tem nada a ver com radicalismo. Se quiser saber mais sobre a diferença entre uma coisa e outra, recomendo que façam os cursos oferecidos pela Fundação Republicana Brasileira (FRB), vinculada ao partido. Quem fez, aprova.

Este ano vamos encarar nossa quarta eleição municipal. Na última reunião presencial que fiz com a Executiva Nacional e os presidentes estaduais estabelecemos uma meta ousada: conquistar 10% das prefeituras brasileiras (554) e triplicar o número de vereadores, ou seja, 3.600. Seria desafiante sem a pandemia, com ela será ainda mais difícil – mas não impossível.

Vamos fazer história mais uma vez, e cada um de vocês é fundamental na construção desta jornada. Por isso convido todos a acompanharem a programação deste mês especial. Veja abaixo algumas das lives que teremos:

Dia 6/8 (quinta-feira), às 19h – Live sobre o crescimento do Republicanos nestes 15 anos (com Marcos Pereira, Evandro Garla, Rosangela Gomes, Joaquim Mauro Silva, Marcos Jorge, Helen Assumpção e Diego Polachini);

Dia 25/8 (terça-feira), às 10h – Live de comemoração com a presença do presidente Marcos Pereira e demais lideranças do Republicanos e lançamento do novo vídeo institucional.

Fiquem ligados no Facebook do Republicanos Nacional. Todos os dias haverá uma novidade.

Vamos juntos construir os próximos 15 anos do Republicanos!

Boa semana a todos!

Marcos Pereira
Presidente Nacional do Republicanos
Vice-Presidente da Câmara dos Deputados

Marcos Pereira é pelo segundo ano um dos deputados mais influentes do Brasil

Brasília (DF) – O deputado federal Marcos Pereira (Republicanos-SP) foi considerado pelo segundo ano seguido um dos parlamentarem mais influentes do Brasil na categoria “Articuladores/Organizadores”. O ranking “Os Cabeças do Congresso Nacional” está em sua 27ª edição e é elaborado anualmente pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), fundado em 1983.

O DIAP mapeia, a partir de critérios objetivos, os 100 deputados e senadores com mais habilidades para elaborar, interpretar, debater ou dominar regras e normas do processo decisório no Poder Legislativo. Ou seja, o estudo indica a “elite” parlamentar entre os 513 deputados e 81 senadores. 

“Fico feliz e honrado por estar entre os deputados federais mais influentes do Brasil pelo segundo ano em meu primeiro mandato. Acredito que minha capacidade de ouvir todas as vozes e de articular e construir consensos sejam as principais razões de eu ter sido apontado, mais uma vez, no estudo do DIAP”, avaliou Marcos Pereira, que é vice-presidente da Câmara.

A categoria “Articuladores/Organizadores”, de acordo a metodologia do DIAP, leva em conta os parlamentares “com excelente trânsito nas diversas correntes políticas, cuja facilidade de interpretar o pensamento da maioria os credencia a ordenar e criar as condições para o consenso”. 

A instituição considera que “muitos deles exercem um poder invisível entre seus colegas de bancada, sem aparecer na imprensa ou nos debates de plenário e comissões”. O DIAP afirma que os parlamentares desta categoria “têm livre acesso aos bastidores, ao poder institucional, e alto grau de fidelidade às diretrizes partidárias ou ideológicas ao grupo político que integram”.

Além de vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira é presidente nacional do Republicanos desde 2011. Desde sua chegada, o partido cresceu em todas as eleições que disputou. Naquele ano, o então PRB tinha oito deputados federais. Hoje possui 33, performando um dos maiores partidos do Brasil. “Fruto de planejamento, trabalho e respeito ao povo brasileiro”, disse ele.

Acesse a publicação do DIAP aqui.

Por Diego Polachini / Coordenador de Comunicação – Ascom deputado federal Marcos Pereira
Foto destaque: Douglas Gomes / Ascom – Liderança do Republicanos

Eleições 2020: ainda posso me filiar para ser candidato?

Brasília (DF) – Embora as datas das eleições municipais deste ano tenham sido adiadas para os dias 15 e 29 de novembro, primeiro e segundo turnos, respectivamente, o prazo para filiação partidária 2020 não mudou. Quem pretendia concorrer aos cargos de vereador, prefeito e vice-prefeito teve até o dia 4 de abril para se filiar aos partidos políticos.

O adiamento do pleito ocorreu em razão da pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19). Com a prorrogação, também foram fixadas novas datas para outras fases do processo eleitoral de 2020, entre elas a de registro dos candidatos escolhidos em convenções partidárias. O prazo final para a apresentação do pedido de registro de candidatura na Justiça Eleitoral, inicialmente definido para 15 de agosto, passou para o dia 26 de setembro.

De acordo com a Corte Eleitoral, mais de 140 milhões de eleitores estão aptos a votar nas eleições de novembro. O TSE estima que mais de 700 mil candidatos disputarão as 5.568 vagas de prefeito e as milhares de cadeiras de vereador no pleito. Nas Eleições Municipais de 2016, a Justiça Eleitoral recebeu um total de 496.927 pedidos de registro para os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador.

Exigências e registro

Para ser candidato, a Constituição Federal exige do cidadão a nacionalidade brasileira, o pleno exercício dos direitos políticos, o alistamento eleitoral, o domicílio eleitoral na respectiva circunscrição, a filiação partidária – portanto, as candidaturas avulsas estão proibidas – e a idade mínima fixada para o cargo eletivo almejado.

Para concorrer a cargos de prefeito ou vice-prefeito, o candidato precisa ter 21 anos e, para disputar uma vaga de vereador, deve ter 18 anos. A idade mínima para ocupar o cargo é verificada tendo como referência a data da posse. Além disso, para concorrer, o postulante a um cargo eletivo precisa estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, não pode ser devedor de multa eleitoral.

Requisitos legais para se filiar a um partido político

Para se filiar a um partido, o cidadão deve estar no pleno gozo dos direitos políticos, ou seja, estar habilitado a alistar-se eleitoralmente e habilitar-se a candidaturas para cargos eletivos ou a nomeações para certos cargos públicos não eletivos. AQUI, explicamos detalhadamente o que é a filiação partidária.

Estar no pleno gozo dos direitos políticos compreende atender às seguintes normas:

– Nacionalidade brasileira;
– Saber ler e escrever;
– Ter o título de eleitor;
– Domicílio no território da eleição;
– Idade mínima de acordo com o cargo eletivo;
– Ser filiado a um partido político e;
– Não ter perda ou suspensão dos direitos políticos.

Após cumprir essa série de exigências legais, o interessado deve procurar um partido político no qual se identifique com seus ideais e bandeiras, conhecer as regras de filiação no estatuto, e assinar a ficha de filiação, que será avaliada pela sigla e efetivada pela Justiça Eleitoral.

Saiba como se filiar ao Republicanos

Republicanos dispõe de um canal on-line exclusivo para filiação. Além disso, os interessados podem conhecer o novo Manifesto de criação da sigla e conhecer os 10 pilares que norteiam a atuação do partido.

Para se filiar ao Republicanos, siga os seguintes passos:

1) Preencha a ficha de filiação partidária, disponível aqui;
2) As informações serão enviadas para o Republicanos do seu município e/ou estado;
3) Entre em contato com o Republicanos do seu estado para acompanhar o processo; confira nossos endereços: aqui;
4) Seu pedido de filiação será analisado;
5) Se estiver tudo certo, sua filiação será efetivada pela Justiça Eleitoral; e
6) Parabéns, agora você faz parte do único partido 10 do Brasil.

Por Agência Republicana de Comunicação – ARCO

Prestação de contas da vaquinha virtual eleitoral: saiba como fazer

Brasília (DF) – Com a mudança das datas das eleições para os dias 15 e 29 de novembro, primeiro e segundo turnos respectivamente, os pré-candidatos aos cargos de vereador, vice-prefeitos e prefeito ganharam mais 42 dias para planejar a campanha eleitoral. Além disso, terão mais tempo para conseguir recursos por meio da vaquinha virtual, que poderá ser realizada até o dia da votação.

Para isso, os pré-candidatos deverão contratar empresas autorizadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a prestar o serviço de financiamento coletivo de campanhas.

A empresa arrecadadora deverá emitir recibo para cada doação, que deverá constar informações como: identificação do doador, CPF e endereço; identificação do beneficiário da doação com a indicação do CNPJ do candidato ou do CPF, no caso de pré-candidatos, e a eleição a que se refere; valor doado; data da doação; forma de pagamento; identificação da instituição arrecadadora emitente do recibo, com a indicação da razão social e do CNPJ; e referência ao limite legal fixado para doação.

Doações igual ou que ultrapassem a quantia de R$ 1.064,10 só poderão ser realizadas por meio de transferência eletrônica, emitida diretamente da conta bancária do doador para a conta bancária do beneficiário, sem a intermediação de terceiros. Doações de pessoas jurídicas e empresas estão proibidas.

Liberação dos recursos

A liberação e o repasse dos valores aos pré-candidatos só poderão ocorrer com o cumprimento das seguintes exigências: requerimento do registro de candidatura (prazo final é em 26 de setembro); inscrição no CNPJ; e abertura de conta bancária específica para registro da movimentação financeira de campanha.

Caso o pré-candidato não tenha o registro de candidatura efetivado, as doações recebidas devem ser devolvidas pela empresa arrecadadora diretamente aos respectivos doadores.

Prestação de contas da vaquinha virtual eleitoral. Saiba como fazer

Com o registro de candidatura formalizado, o candidato terá de informar à Justiça Eleitoral todas as doações recebidas por intermédio de financiamento coletivo.

As informações devem ser registradas no Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE), por meio do envio de relatórios de campanha a cada 72 horas, conforme prevê o artigo 47, parágrafos 1º e 2º, da Resolução TSE nº 23.607/2019.

A partir de 26 de setembro, as empresas e entidades arrecadadoras também deverão informar à Justiça Eleitoral as doações recebidas e repassadas aos candidatos. Isso deve ser feito por meio do validador e do transmissor de dados que serão disponibilizados pelo TSE.

Workshop Eleitoral FRB 2020

Republicanos, por meio de sua Fundação Republicana Brasileira (FRB), preparou um curso exclusivo para quem vai disputar as eleições, ou para quem deseja adquirir conhecimento e se atualizar sobre a Prestação de Contas de campanha, ministrado pelo tesoureiro da Executiva Nacional, Mauro Silva. O curso é gratuito e on-line e a inscrição pode ser feita aqui.

Por Agência Republicana de Comunicação – ARCO

Carteiradas e falta de cidadania

Olá, republicanos de todo Brasil!

Viralizou nas redes sociais e acabou virando notícia o vídeo de um desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo que rasgou uma multa e chamou um guarda civil de “analfabeto” ao ser abordado por não estar usando máscara ao caminhar pela orla de Santos.

Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira, de 63 anos, argumentou que o decreto municipal que obriga o uso da máscara não tem força de lei. No vídeo ele ameaça jogar a multa “na cara” do guarda. Siqueira então pega o celular e supostamente liga para o secretário de Segurança Pública de Santos para reclamar da abordagem.

Entre tantos outros absurdos e impropérios proferidos pelo desembargador, não poderia faltar a frase clássica de quem se acha superior a ponto de não querer cumprir regras a que estão submetidos todos os demais: “Você sabe ler? Então leia bem com quem o senhor está se metendo”, disse. A famosa ‘carteirada’.

Em outro caso ocorrido no Rio, clientes de um estabelecimento que não seguia as regras de higiene e distanciamento social intimidaram um fiscal da Vigilância Sanitária que fazia a abordagem.

Em vídeo que também viralizou nas redes sociais o fiscal é ofendido por uma mulher depois dele ter se dirigido ao seu marido como “cidadão”.

Vou reproduzir o diálogo abaixo:

Homem: Não vai falar com seu chefe, não?
Mulher dele: A gente paga você, filho. O seu salário sai do meu bolso.
Homem: Cadê sua trena? Quero saber como você mediu sem trena.
Fiscal: Tá, cidadão.
Mulher dele: Cidadão, não. Engenheiro Civil, formado. Melhor do que você.

Nas duas circunstâncias, entre tantas outras que acontecem todos os dias no Brasil, as pessoas que foram alvos da fiscalização entendem, por alguma razão, que são superiores àqueles que estão praticando a abordagem. Um entende que por ser desembargador não deve cumprir um decreto municipal nem respeitar o trabalho da Guarda Civil; a outra supõe que o marido formado em Engenharia é superior ao fiscal da Vigilância Sanitária, e que o fato do fiscal ser funcionário publico, pago com dinheiro de impostos, não tem o ‘direito’ de perturbá-los.

A falta de cidadania e de respeito às regras é algo que fica ainda mais evidente em momentos de conflito e de tensão. Muitas pessoas acreditam que por ocuparem algum tipo de cargo ou função relevante, ter uma formação superior ou dinheiro as fazem melhores que as demais.

Todos sem exceção devem cumprir as leis e as regras de convívio social não apenas durante a crise da pandemia. São muitos os casos de falta de educação e cidadania no Brasil. Aparentemente nem mesmo a exposição nas redes sociais e na imprensa parece sensibilizar as pessoas para mudarem este tipo de comportamento. Leva uma vida inteira para construir uma reputação, mas basta um vídeo de poucos segundos para acabar com a vida de alguém.

Pensem nisso. Republicanos, vamos juntos promover a cidadania.

Boa semana.

Marcos Pereira
Presidente Nacional do Republicanos
Vice-Presidente da Câmara dos Deputados

Apresentadores de rádio e TV devem se afastar até 10 de agosto

Brasília (DF) – Com a promulgação da Emenda Constitucional 107 de 2020, que, em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), adiou a data das eleições municipais deste ano e atualizou o calendário de prazos do processo eleitoral, a data de afastamento de apresentadores de rádio e TV e que são pré-candidatos passa a ser em 10 de agosto, e não mais em 30 de junho, como previsto anteriormente.

Pelo texto, a realização do primeiro turno das eleições municipais será no dia 15 de novembro e o segundo turno, dia 29 de novembro.

A proibição do exercício das atividades pelos comunicadores de rádio e TV está prevista na Lei das Eleições (9.504/1997), que determina que é vedado às emissoras de rádio e de televisão transmitir, a partir do dia 11 de agosto, programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena, no caso de sua escolha na convenção partidária, de imposição de multa à emissora e de cancelamento do registro da candidatura pela Justiça Eleitoral.

O afastamento dos profissionais de mídia da posição de apresentador ou comentador, no entanto, é de caráter temporário, ou seja, poderão atuar em outras funções no veículo em que trabalham.

A Legislação Eleitoral garante que o futuro candidato conceda entrevista e fale sobre sua pretensa candidatura. No entanto, é proibido o pedido explícito de voto, pois isso configuraria propaganda eleitoral antecipada.

Cartilha com datas do novo calendário eleitoral 2020

Republicanos publicou uma cartilha com orientações para pré-candidatos e dirigentes partidários sobre o novo calendário eleitoral 2020. A publicação está disponível para download AQUI.

Outro documento preparado pelo setor jurídico do Diretório Nacional do Republicanos esclarece sobre os novos prazos para afastamento dos comunicadores.

Por Agência Republicana de Comunicação – ARCO

Sede

SEP Sul, Trecho 713/913, Lote E, Edifício CNC Trade, Asa Sul, Brasília – DF, CEP: 70390-135

E-mail: contato@fundacaorepublicana.org.br
Telefone: (61) 3321-1112

Subseção São Paulo

Av. Indianópolis, 2025 – Planalto Paulista – CEP: 04063-003

E-mail: secretariafrbsp@gmail.com

Telefone: (11) 5594-0184 / (11) 3342-5160 / #5175

× Fale Conosco.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

LEIA COM ATENÇÃO:

Para efetivação da sua matrícula no Curso de Idiomas do ano de 2020, segue a documentação necessária:

  • RG – Original
  • CPF – Original
  • Foto 3×4 – Atualizada
  • Comprovante de Residência – Original (máximo 90 dias de emissão)
    • O comprovante de residência deve estar em seu nome, ou faça uma declaração, informando o seu endereço residencial e registrá-la em cartório.
  • Comprovante de renda – Original

IMPORTANTE:

Somente é válido como comprovante de renda o seu Contracheque ou Declaração de Serviço Autônomo que deve ser registrada em cartório.

Ausência de Renda: Você deverá escrever uma Declaração informando que não possui renda e também registrá-la no cartório.

Roberta Guerra

GERAL

Roberta é casada há mais de 15 anos e tem um casal de filhos. Viveu por nove anos nos Estados Unidos, onde teve a oportunidade de ter uma formação teste (PET) pela Cambridge University e fez um Curso Introdutório de Professores, pela Cambridge University – ELC Idiomas. Fez intercâmbio cultural em West Chester, Ohio, USA.  Roberta é fluente em inglês e espanhol.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Câmara Legislativa do Distrito Federal - Assessora Parlamentar

British and American English School – Curso de inglês - Professora de inglês para adultos e adolescentes.

Opportunity Fomento Comercial Ltda. - Empresa de fomento comercial.

Bankers Insurance Group-USA – Empresa Internacional que atua no ramo de seguros, nas áreas jurídica, civil, patrimonial, intempéries da natureza e vida.

Customer Service Representative II - Departamento de Sinistros – Louisiana State; Florida State;

Tânia Maria Teixeira

GERAL

Tania Maria Teixeira, 56 anos, servidora pública federal do FNDE, aposentada, graduada em pedagogia com habilitação em orientação educacional. Cursando pós graduação em Assessoria Parlamentar na Faculdade Republicana.

Assessora Parlamentar há 20 anos, sendo 12 lotada no Gabinete do Deputado Federal Márcio Marinho – Republicanos-BA, onde atuou na área internacional.

Desde 2017, hoje está como Secretária do Movimento Feminino do Republicanos do DF.

 

FORMAÇÃO

Pedagogia com habilitação em orientação educacional – Uniceub

Pós-graduação Assessoria Parlamentar – Faculdade Republicana

Joaquim Mauro
Tesoureiro Nacional do Republicanos

GERAL

O paulistano Joaquim Mauro Silva possui graduação em Ciências Contábeis pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC/SP e especialização em Gestão Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Atuou durante 11 anos em empresas nacionais e multinacionais e também foi sócio de um escritório de contabilidade.

Mauro Silva atua como dirigente partidário há mais de 10 anos. Trabalhou como assessor parlamentar e técnico nas Câmaras Municipais de São Paulo, Rio de Janeiro e na Legislativa do Distrito Federal, secretário adjunto de Esporte e foi presidente da Fundação Republicana Brasileira (FRB), na qual, atualmente, é diretor financeiro. Também é tesoureiro nacional do Republicanos.

 

FORMAÇÃO

Graduação em Ciências Contábeis - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC/SP

Evandro Garla
Secretário-geral do Republicanos
GERAL

Evandro Garla é natural de São Paulo (SP) e nasceu no dia 9 de maio de 1978. Gestor Público pela Universidade Católica de Brasília, exerceu o cargo de Chefe de Gabinete do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), já tendo desempenhado as mesmas funções na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco e na Câmara dos Deputados.

Ocupou o cargo de Secretário Nacional de Esporte, Lazer e Inclusão Social (SNELIS) e de Gerente de Projetos da Secretaria Executiva, ambos no Ministério do Esporte.

Eleito como Deputado Distrital na 6ª Legislatura (2011-2014), foi votado para o cargo de Ouvidor da Câmara Legislativa do Distrito Federal, ofício que cumpriu durante todo o seu mandato.

Buscando o aprimoramento no exercício de suas funções públicas e embasamento na promoção de mudanças, está cursando MBA em Gestão de Pessoas, na Universidade Católica de Brasília.

FORMAÇÃO

Gestão Pública – Universidade Católica de Brasília

MBA em Gestão Pública – Universidade Católica de Brasília

Mário Enrique Rodriguéz Fernandéz
Instrutor
GERAL
Mário Enrique Rodriguéz é natural da cidade de La Habana (Cuba) e nasceu no dia 21 de junho de 1975. Cursou Licenciatura em Língua e Literatura Espanhola na Universidade de La Habana (Cuba) e Música, na Escuela Alejandro Garcia Caturlas.

FORMAÇÃO

  • Licenciatura em Língua e Literatura Espanhola – Universidade de La Habana (Cuba)
  • Graduação em Música – Escuela Alejandro Garcia Caturlas

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

  • Enrique iniciou a carreira como professor de Língua Espanhola no pré-universitário de Ciências Exatas Vladimir Ilich Lenin, em sua cidade natal. Foi professor de Literatura Hispano-americana na Escola Nacional de Artes (ENA) e no Instituto Amadeo Roldan. Também foi professor de História da Música e Apreciação Musical na escola na qual formou-se.
  • Há cinco anos estabeleceu residência fixa no Brasil. Atualmente é professor de espanhol particular e na Fundação Republicana Brasileira (FRB).

Rabiu Rufayi
Instrutor
GERAL

Rabiu Rufayi é natural da República do Gana, país popularmente conhecido apenas como Gana, situado na África Ocidental. Nasceu no dia 5 de julho de 1985. Além dos idiomas Ga, do seu país de origem, e inglês, também fala hausa e mais dezenas de dialetos.

FORMAÇÃO

  • Tecnologia e Informática - Escola Indiana NIIT Technologies,
  • Artes Visuais - Escola Master Servis
  • Hardware, Tecnologia de Sistemas e Rede de Computadores - Presbiteriana.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Rabiu iniciou sua carreira como professor de Língua Inglesa, ministrando aulas de multimídia em informática. Foi professor na escola de idiomas Uptime, na disciplina de Comunicação em Inglês. Há três anos estabeleceu residência fixa no Brasil. Atualmente é instrutor de inglês na Fundação Republicana Brasileira (FRB).

João Paulo Teixeira
Diretor Administrativo
Brasileiro, 33 anos
Natural do Coromandel (MG)
GERAL

João Paulo Teixeira é natural de Coromandel (MG) e nasceu no dia 4 de novembro de 1985. É graduado em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário Unieuro, de Brasília (DF). O contabilista é conhecido por sua responsabilidade e credibilidade.

FORMAÇÃO

  • Ciências Contábeis – Centro Universitário Unieuro

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

  • Assessor Parlamentar
  • Assistente Financeiro
  • Auxiliar Administrativo
  • Representante de Vendas
  • Diretor Administrativo
Rusembergue Barbosa de Almeida
Presidente
Brasileiro, 57 anos
Natural de Graça Aranha (MA)
presidencia@fundacaorepublicana.org.br
GERAL

Nascido em Graça Aranha (MA), no dia 29 de novembro de 1963, Rusembergue possui formação em Direito pela PUC Goiás e é pós-graduado em Direito Administrativo pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP). Casado com Ana Maria Ribeiro de Almeida, o maranhense é um dos fundadores do Republicanos e primeiro presidente do Diretório Municipal do Partido Republicano Brasileiro (até então PRB) de Goiânia (GO), vereador e vice-presidente da Câmara Municipal da capital goiana. Também atuou como secretário e chefe da Ouvidoria da Câmara Legislativa do Distrito Federal, além de desempenhar a função de secretário da Comissão de Assuntos Sociais da CLDF. Atualmente ocupa a presidência da Fundação Republicana Brasileira - FRB.

FORMAÇÃO
  • Graduado em Direito pela PUC Goiás
  • Pós-Graduado em Direito Administrativo pelo Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP)
Mariluce Rodrigues Siman de Oliveira
Instrutora
Paulista
Itapevi (São Paulo)
GERAL
Mariluce Rodrigues é natural da cidade de Itapevi, São Paulo (SP). Nasceu no dia 12 de maio. Graduada em Letras (Português/Inglês), com certificados avançado e de proficiência de Língua Inglesa da Universidade de Cambridge. Especialista em Tradução e Versão e em Fonética e Pronúncia Inglesa. Iniciou a carreira bilíngue como secretária de empresa multinacional. Leciona Língua Inglesa desde 1998. Com o objetivo de aprimorar o idioma morou três anos em Londres. Após concluir seus estudos viajou por diversos países da Europa e conheceu diferentes sotaques e culturas. Pós-graduanda no ensino de Inglês como segunda língua com certificado internacional.
FORMAÇÃO
  • Graduação – Em Letras (Português e Inglês) – UNIFIEO de Osasco/SP
  • Pós-Graduação – No Ensino de Inglês como Segunda Língua com certificado internacional (Bridge IDELTTM )
Especialização:
  • Especialização em Tradução e versão – PUC/SP e em Fonética e Pronúncia Inglesa – City Lit Londres
  • CAE – Certificado Avançado de Língua Inglesa da Universidade de Cambridge
  • CPE – Certificado de Proficiência de Língua Inglesa da Universidade de Cambridge

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

  • Mariluce tem ampla experiência em rotinas administrativas de empresas e escolas.
  •  

    Exerceu a função de docente em escolas públicas, privadas (SKILL, CNA, Memphis Inglês, Top Idiomas e Berlitz) e empresas. Ela também atua em Coordenação Pedagógica.

Adriana Costa Bezerra
Diretora Administrativa da Subseção de São Paulo
“Paulistana”
GERAL
Adriana Costa Bezerra é paulistana e nasceu no dia 7 de abril. Graduada em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove), tem experiência também em outros setores, como administração e finanças.
FORMAÇÃO
Jornalismo – Universidade Nove de Julho
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
  • Adriana tem ampla experiência na área administrativa e também com atendimento ao público. Já trabalhou em várias empresas nacionais;
  • Assessora Parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro;
  • Tesoureira no Partido Republicano Brasileiro (PRB) de São Paulo;
  • Experiência em projetos sociais voltados para a juventude;
  • Coordenadora de Redação na Rede Mulher de Televisão;
  • Atualmente é Diretora Administrativa da Subseção da Fundação Republicana Brasileira (FRB) em São Paulo.

Eduardo Verrone
Coordenador

Eduardo Verrone nasceu na cidade de São Paulo, é casado há mais de 35 anos com Cristina Verrone e tem uma filha, a Jackeline.

Profissional da área de comunicação social, atuou com TV, rádio e jornal atendendo demandas de diferentes países como Brasil, Panamá, Honduras, Colômbia e Uruguai. Participou de palestras de desenvolvimento pessoal na Argentina e Estados Unidos.

Formando em Ciências Políticas pela Uninter, ingressou na política em 2016 como coordenador de mídias e assessorando a presidência estadual do Partido Republicano Brasileiro em São Paulo.

Como coordenador da subseção da FRB, posto que assumiu desde 2019, está intensificando os trabalhos e ampliando o número de realizações de cursos e palestras em todo o Estado. O objetivo é colaborar com a formação educacional de paulistas e paulistanos por meio dos conceitos da boa política, cidadania e gestão pública.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Experiência em projetos sociais voltados para a juventude;

Coordenadora de Redação na Rede Mulher de Televisão;

Atualmente é Diretora Administrativa da Subseção da Fundação Republicana Brasileira (FRB) em São Paulo.