“A Fundação Republicana é isso, um manancial, que quanto mais dá, mais se tira, mais tem”, diz Tia Eron

“A Fundação Republicana é isso, um manancial, que quanto mais dá, mais se tira, mais tem”, diz Tia Eron

Em entrevista à FRB, a deputada federal eleita para o mandato 2015-2018 fala sobre a importância do trabalho desenvolvido pela instituição

Brasília (DF) – Eronildes Vasconcelos, popularmente conhecida como Tia Eron (PRB/BA) é vereadora pelo quarto mandato consecutivo em Salvador e eleita deputada federal com mais de 100 mil votos. Formada em Direito e Administração, a republicana tem se destacado pela luta em defesa da mulher e pela valorização dos negros e das crianças. Entre seus projetos, destaca-se o da alimentação diferenciada para as crianças portadoras de anemia falciforme, nas escolas da rede municipal. Recebeu o prêmio ‘Mulher Guerreira Maria Felipa’ concedido para pessoas que batalham pelo fim das diferenças de raças. Atualmente é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, vice-líder do governo na Câmara, vice-presidente de Constituição, Justiça e Redação e coordenadora nacional do PRB Igualdade Racial.

Portal FRB  – O que acha do trabalho desenvolvido pela Fundação Republicana Brasileira?

Tia Eron – É muito importante que as pessoas tomem conhecimento do que é esse aparelho, por que ele é um instrumento que vai formar, primeiramente, o legislativo. Sabemos que nas casas legislativas, determinadas vezes, a gente elege pelo processo democrático, o vendedor de pipoca, o catador de papelão, a marisqueira, e estas pessoas, muitas vezes, nunca tiveram a oportunidade de entender de fato, de mergulhar nesse universo, que não tem lógica nenhuma, chamado política. A Fundação Republicana vem exatamente nessa linha. Vem atender a nível de esclarecimento, de produção de conhecimento, de intelectualidade, de condição de elaboração de projetos, de leis, de processos eleitorais.

Portal FRB  – Os cursos oferecidos pela FRB contribuem de que forma com o cidadão?

T.E – A FRB é esse eixo que concentra toda uma condição necessária, desde a militância desse partido, até a sua última instância, que é em atenção aos parlamentares. A Fundação pra mim tem um papel fundamental. Ela é muito bem pensada e isso faz com que o partido, o PRB, se diferencie dos demais. Os outros partidos não tem mais esse laboratório, eles não têm mais essa central, onde o parlamentar ou quem quer que seja, seus militantes, ou aqueles que pretendem se filiar, e tem simpatia com o partido, possam vir beber dessa fonte. A Fundação Republicana é isso, um manancial, que quanto mais dá, mais se tira, mais tem.

Portal FRB  – O que achou da nossa nova estrutura?

T.E – A Fundação está de parabéns pelo excelente trabalho desenvolvido nos Estados. O mais interessante de tudo isso é que quem chega aqui percebe a estrutura que ela é hoje. E vai para além da questão política, por que os cursos de formação não atendem somente àqueles que são filiados, atendem, sobretudo, àqueles que não são filiados. Por que a proposta é justamente atraí-los para que possamos fortalecer essa militância. Está de parabéns a Fundação, está de parabéns a direção dela. Quem pensou, pensou num momento exato, aonde dá e traz a qualidade ao parlamento brasileiro como um todo.

Por Eulla Carvalho – Ascom FRB

Com informações do site da Tia Eron

Foto: Douglas Gomes / Arte: Argus Comunicações

 

compartilhe com amigos: