Ato de amor: FRB promove campanha de doação de sangue

Ato de amor: FRB promove campanha de doação de sangue

Fundação reúne colaboradores para aumentar banco de sangue do Hemocentro de Brasília

 

Brasília/DF – A Fundação Republicana Brasileira (FRB) levou parte de seu corpo de trabalho para doar sangue na Fundação Hemocentro de Brasília (FHB), que perdeu cerca de 33% do banco de sangue em comparação ao mesmo período do ano de 2020.

A campanha faz parte da celebração do Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado em 14 de junho. A iniciativa partiu da instituição depois de observar esta queda no número de doadores e sabendo que diante desta pandemia a necessidade por plasma aumentou nas redes de saúde do Distrito Federal (DF). E para contagiar toda a família republicana a FRB também angariou doadores do partido Republicanos. Os grupos fecharam parceria com a entidade para ingressarem na ação solidária.

O presidente da FRB, Rusembergue Barbosa, também marcou presença no evento e falou sobre a importância de atos como este, “O maior ato de solidariedade é doar ao próximo, por isso estamos aqui no Hemocentro de Brasília para doarmos algo tão simples, mas que pode salvar muitas vidas. Doar sangue é um ato de amor.” comentou.

Uma das instituições que tem convênio e é beneficiada com as doações do Hemocentro é o Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB). Muitas crianças passam pela instituição para tratamentos que envolvem transfusão sanguínea. Em 2020 foram realizadas em média 210 transfusões por mês em regime ambulatorial e 323 por mês em regime de internação. Lucineia Lins é uma das mães que leva regularmente a filha para receber transfusão de sangue para o tratamento da doença falciforme. Ela leva sua filha Laura a cada 21 dias ao hospital e afirma que a doação de sangue, feita no Hemocentro, é fundamental para o tratamento: “Eu quero agradecer as pessoas que doam, elas são muito importantes para nós, tanto eu como outras mães somos muito agradecidas. Continuem doando, vocês não fazem ideia de como isso é importante para nós. Quando você doa é amor, tanto para o doador como para quem recebe”. A FHB também é responsável por todo o abastecimento de sangue da rede pública de saúde do DF.

Os colaboradores que fizeram parte desta ação se sentiram recompensados com esta atitude altruísta, como comenta a Juscélia Alves, “Eu acho importante ajudar as pessoas,  quem precisa. Um ato de amor, de solidariedade ajudar o próximo, o que hoje em dia está fazendo falta.”

Segundo a diretora técnica do HCB, oncologista hematologista Isis Magalhães, a doença falciforme é uma doença hereditária, passada de geração em geração, e é muito prevalente em nosso país, com um caso a cada 1.200 nascimentos. “Hoje, já é contemplada no teste do pezinho em quase todo o território nacional – a gente busca um diagnóstico precoce.”, explica em entrevista ao podcast Rádio Dodói, produzido pelo Hospital da Criança de Brasília.

Segundo dados do Ministério da Saúde, no Brasil são realizadas, em média, cerca de 3 milhões de doações de sangue por ano na rede do Sistema Único de Saúde (SUS). Devido à pandemia da Covid-19, em 2020, o número de doações caiu cerca de 10%. Foram 2,9 milhões de doações realizadas no ano passado.

 

Texto: Ellen Fernandes – Ascom FRB

Colaboração: Mazé Rodrigues / Raquel Ferreira – Ascom FRB

Fotos: Carlos Gonzaga – Ascom FRB

compartilhe com amigos:

Share on tumblr
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook