Mais que uma data, o conservadorismo é algo para a vida inteira

Mais que uma data, o conservadorismo é algo para a vida inteira

Na última terça-feira, dia 10 de março, foi comemorado o Dia do Conservador. Sabe-se que a adoção de datas comemorativas são muito importantes para a cultura de uma sociedade, mais que uma celebração elas contribuem para a construção da memória e da identidade popular. Em se tratando de um posicionamento político tão relevante como o conservadorismo, tal data não chega a ser uma opção, mas uma necessidade. Portanto, cabe ressaltar que o conservadorismo está além desse dia do ano. Ser conservador é lutar constantemente pela preservação dos valores da família, o respeito, à tradição e aos bons costumes e prezar pela manutenção da ordem pública. Assim, o conservadorismo é algo para se viver ao longo dos 365 dias do ano e não apenas em um dia.

Com o intuito de explicar melhor essa postura política, é preciso entender o significado do ser conservador.

Ser conservador é optar pela postura prudente em todos os sentidos. O caráter conservador é pautado por uma virtude cautelosa e sensata que considera os riscos e perigos que as decisões podem provocar, portanto, é a prudência que nos aproxima da realidade e nos faz saber que os riscos existem e devem ser considerados.

Mas não param por aí, as qualidades de um conservador extrapolam a prudência. E assim, podemos dizer que ser conservador também é ser cético. O ceticismo, nada mais é do que uma postura de alguém que não se entrega cegamente. As pessoas que possuem tal característica não costumam ser levadas por qualquer ideologia, principalmente, aquelas que defendem mudanças drásticas, atitudes revolucionárias que prometem mudar o mundo do dia para a noite. Em outras palavras, o conservador é uma pessoa precavida que não deposita todos os ovos na mesma cesta, pois ele considera o risco e sempre opta por ter outra opção.

O conservadorismo tem, entre os seus principais valores, a ordem política, a qual é expresso por meio da preservação das instituições sociais dentre de uma cultura e civilização com seus respectivos costumes e tradições.

O conservador tem o entendimento que as mudanças e o progresso são necessários para manter uma sociedade saudável, contudo, tais mudanças devem ser feitas de modo gradual e com muita cautela. Deste modo, o pensamento conservador é favorável à utilização da política da prudência, preferindo manter e melhorar as instituições estáveis e duradouras do que apoiar uma ruptura brusca para implantar novos modelos de instituições à serviço da sociedade.

E por meio dessa demonstração do significado de ser conservador que, chegamos facilmente à conclusão de que um dia apenas é muito pouco.

O conservadorismo, de fato, é algo para a vida inteira!

Núcleo de Estudos e Pesquisas (NEP)

compartilhe com amigos:

Share on tumblr
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook